domingo, 27 de abril de 2008

O corpo do santo Padre Pio exposto à veneração dos fiéis






O corpo do Santo Padre Pio foi do seu túmulo à igrejinha de Nossa Senhora das Graças, em São Giovanni Rotondo, 40 anos após sua morte.

Ele se encontrará lá alguns meses para veneração dos fiéis em rica urna de cristal.

O corpo não se encontra totalmente incorrupto, mas leva uma máscara de cera tirada da máscara mortuária do santo.

Ela reproduz com grande fidelidade a fisionomia do heroico religioso.

A aura de santidade do Padre Pio é tal que diante de sua urna parece que ele está presente em pessoa.

Uma multidão de fiéis acompanhou o traslado. O Cardeal José Saraiva Martins representou o Vaticano.

A nota desagradável foi dada pelo grupelho "Pro Padre Pio – L’Uomo della Sofferenza", formada por católicos progressistas, do gênero que vêm perturbando a vida da Igreja nas últimas décadas.

O grupo arguiu que este tipo de exposição e devoção aos santos "é de uma outra época" e tentou abriu processo na Justiça para impedir a veneração pública. A Justiça, sabiamente, recusou receber a queixa. O escritor Claudio Magris falou de "fetichismo".

Mas os fiéis católicos não ligaram. E estão indo com a piedade com que foram e irão os católicos de todas as épocas, desde o tempo das catacumbas, passando pela Idade Média até o fim dos tempos, para venerar os homens de Deus.

Já mais de 750.000 fizeram suas reservas até setembro em hotéis de San Giovanni Rotondo e região. Em total, aguarda-se a chegada de por volta de 1.500.000 romeiros.

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Muçulmano mais famoso da Itália recebe o batismo em Roma

Magdi Allam, vice-diretor do grande diário de Milão “Il Corriere della Sera”, repudiou o maometanismo e se fez católico.

Ele foi batizado por Bento XVI [foto], recebeu o Crisma e a Primeira Comunhão na vigília da Páscoa, na basílica de São Pedro. Magdi adotou o nome de Cristiano.

Em carta ao diretor de seu jornal, Magdi afirma que “a raiz do mal é intrínseca no Islã, o qual é fisiologicamente violento e historicamente conflituoso”.

“A conversão ao cristianismo — acrescentou corajosamente — atrairá sobre mim uma bem mais grave condena de morte por apostasia. (...) enfrentarei minha sorte com a cabeça alta, o peito erguido e a solidez interior de quem tem certeza de sua própria fé. (...) a Igreja até agora tem agido de um modo prudente demais na conversão dos muçulmanos, se abstendo de fazer proselitismo nos países de maioria islâmica (...). Por medo. (...) é necessário vencer o medo e não ter temor algum na afirmação da verdade sobre Jesus Cristo até com os muçulmanos”.

Os fundamentalistas islâmicos ficaram de boca fechada. Só a fé dos católicos intrépidos os deixa quetos.
Quero atualizações instantâneas e gratuitas no meu email

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Um episódio na vida do Bem-Aventurado Papa Pio IX


O historiador Francesco Guglietta descreveu, no diário vaticano “L'Osservatore Romano”, a espécie de “conversão” do Beato Pio IX [foto], que o levou a proclamar o dogma da Imaculada Conceição e a se tornar um grande Papa santo contra-revolucionário.

De fato, numa primeira fase, Pio IX favorecera políticos que hoje seriam qualificados de esquerdistas. Estes fizeram uma revolução e proclamaram a República Romana em 1848, levando o Papa a fugir de Roma.

Nesse exílio, ele perdeu toda ilusão em relação aos “católicos liberais”, precursores dos progressistas que hoje tumultuam a Igreja.

Rezando e contemplando o agitado mar de Gaeta, o Bem-Aventurado Papa decidiu defender como um leão a ortodoxia e incentivar a contra-revolução em seu longuíssimo e glorioso pontificado.

terça-feira, 8 de abril de 2008

Católicos do Vietnã pedem devolução de propriedades

Mais de dois mil católicos vietnamitas saíram às ruas de Hanói, capital do país, exigindo do governo comunista a devolução das propriedades confiscadas à Igreja.

Quando algumas mulheres tentaram colocar flores aos pés da imagem de Nossa Senhora, que subsiste no jardim da antiga Nunciatura Apostólica, foram agredidas a vergastadas pela polícia comunista.

Os populares enfrentaram a repressão da ditadura anticristã e ergueram uma grande cruz branca diante da ex-Nunciatura. Astutamente, o governo disse que deixaria a Igreja usar o prédio.

Só a resistência destemida dos católicos intimida a impiedade socialista, e não acordos protelatórios.

Livraria tradicional bate recordes de venda

Pelo seu esplendor arquitetônico, a livraria de Buenos Aires El Ateneo Grand Splendid [foto] foi escolhida como a segunda melhor do mundo, pelo diário britânico “The Guardian”.

Instalada num antigo teatro da Belle Époque, conserva majestoso interior coroado por deslumbrante cúpula. Os clientes circulam por espaços atapetados, em meio a molduras douradas. Fala-se em voz baixa.

Os palcos forrados de veludo vermelho servem de salas de leitura. Tem 120.000 títulos em estoque. É visitada diariamente por 3.000 pessoas, e vende mais de 700.000 exemplares por ano.

A leitura é uma atividade nobre em si, e merece um ambiente condigno –– um ambiente diametralmente oposto ao de certas livrarias impregnadas de modernices sem graça, que desestimulam o hábito de ler com seriedade.

Elisabeth II: a rainha mais longeva da Grã-Bretanha

A rainha Elisabeth II, ao completar 81 anos, tornou-se a soberana britânica mais longeva da história.

Ela celebrou a data discretamente no castelo de Windsor, poucas semanas depois de comemorar o 60º aniversário de casamento.

O povo inglês regozijou-se. Quando os presidentes democráticos falam de 3º mandato, todos se enregelam, por motivo de interesses sucessórios. Mas nas monarquias, quanto mais duram os monarcas, mais o povo se sente feliz.

Nestes sintomáticos contrastes, sente-se a diferença entre os regimes políticos nascidos organicamente, sob o bafejo da Civilização Cristã, e os sistemas igualitários oriundos da Revolução Francesa.

Guerrilheira devolve criança seqüestrada pelas FARC


Uma guerrilheira arrependida abandonou o criminoso grupo marxista FARC, levando consigo uma criança de quatro anos, seqüestrada havia seis meses.

O menino fora raptado numa escola infantil pelos guerrilheiros, que exigiam um resgate de US$ 250 mil. A guerrilheira que cuidava dele teve pena, e decidiu devolvê-lo aos pais [foto].

O fato comprovou mais uma vez a brutal ferocidade da subversão comunista e a virtual impossibilidade de convencer os chefes das FARC –– aliás, ligados às esquerdas brasileiras e ao presidente venezuelano Hugo Chávez –– com base em diálogo, argumentos, boa fé ou gestos humanitários.